Pesquisar este blog

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O Passado

"Possuímos varias ideias segundo as quais nos orientamos. por exemplo, determinadas ideias sobre uma doença, determinadas ideias sobre nossa via e sobre a duração de nossa vida.

Também possuímos imagens definidas sobre uma organização ou empresa. Imagens definidas do passado nos mostram a forma como o passado atua sobre o presente.

Considerar que, ara cada problema, existe uma causa especifica, uma origem, é um movimento básico bastante difundido, seguido por nos em nosso trabalho. Muitas vezes, realmente se apresenta uma origem determinada.

Qual é o efeito?

Somos controlados por esta ideia. Por exemplo, quando interpretamos algo no sentido de: "Isto tem a ver com aquilo porque...". Isto faz com que sejamos controlados conforme algo passado. Permitimos ao passado atuar no presente e determinar o futuro para nós.

Se nos deixamos levar um um movimento espiritual, por um movimento espiritual criativo, não há nada passado. O movimento espiritual esta sempre voltado para o futuro. Por ser criativo, é sempre novo!"

Bert Hellinger

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

A Cura




Para onde olhamos primeiro quando precisamos da cura? Olhamos primeiro para o nosso corpo.
É no corpo, acima de tudo, que buscamos o alívio.
Além de nosso corpo, nossa alma e nossos sentimentos também desempenham um papel importante na cura. Também devem ser tratados de uma boa maneira. Muitas vezes, sentimos a dor na alma de forma ainda mais intensa que as dores corporais. A quem obedece a nossa alma?
De onde obtém a fé na cura do corpo?
Ela a obtém do amor.
De um amor muito além do amor que nos adoece, primeiro na alma e depois no corpo.






˝Centramo-nos com amor em nosso corpo. Passamos pelos
seus órgãos com uma dedicação profunda às suas maravilhas,
principalmente ao nosso coração. Ele bate no ritmo de um
coração eterno, do qual vem toda a vida, com amor. Em sintonia
com ele, ficamos quietos e em silêncio.˝  
Bert Hellinger 

 "A forma que alguém se posiciona perante sua mãe é a mesma forma que se posiciona perante seu próprio corpo. Aquele que se sente separado de sua mãe e se afasta dela sente-se, da mesma forma, separado de seu corpo, distanciando-se também dele. 

 Como é que tais pessoas reencontram seus corpos? Quando reencontram suas mães. Quando, após a separação dela, seja qual for o motivo, reencontram-na com amor, novamente em sintonia com a vida como um todo. Como as ajudamos e a nós próprios quando reconhecemos a forma como elas e nós nos posicionamos diante de nossa mãe e nos sentimos separados dela? Como servimos à sua e à nossa saúde de uma forma abrangente e duradoura?
Nós e elas retornamos com amor à nossa mãe."
  Bert Hellinger


  A CURA - Bert Hellinger - Editora Atman - www.atmaneditora.com.br

Constelação Familiar segundo Bert e Sophie Hellinger




Bert Hellinger: Eu gostaria de dizer algo sobre o “segredo” da Constelação Familiar

Quando comecei com a Constelação Familiar, a surpresa foi grande para mim, que algo acontece dentro do corpo e da alma do representante que até então estava oculto. Uma experiência incrível. Mas eu não sabia de onde vinha ou para onde levava. Somente depois de algum tempo eu compreendi algumas coisas e algo fundamental. Nós todos vivemos dentro de um determinado campo.
Nós podemos observa-lo também. Quando alguém é constelado, quando uma pessoa representa alguém sem que algo tenha sido dito, ela está de repente dentro de um outro campo.
Ela é uma outra pessoa, sem que algo tenha sido, ou seja, dito.
Não somente os representantes são “levados”, mas ao mesmo tempo todos aqueles presentes são levados, sem que algo seja dito.
O que ocorre aqui é o fenômeno da Constelação Familiar – O Segredo da Constelação Familiar.
Porque é algo que simplesmente não pode vir da nossa razão, nem das nossas experiências.
Sophie e eu demonstramos a Constelação Familiar de uma forma completamente diferente.
De uma forma misteriosa. 

Quem ou o quê assume então a liderança?
Por exemplo, quando nós elegemos alguém com quem vamos trabalhar. Nós elegemos porque nós o pensamos ou porque essa pessoa levantou a mão? Não, ele ou ela vem até aqui e se senta ao nosso lado. Nós não sabemos nada desta pessoa, nós tampouco perguntamos. Ele ou ela sentam então ao meu lado, eu nem olho para eles, eu também não faço nenhuma pergunta. Eu espero por uma indicação de um outro lugar. 

A cabeça ainda tem algum significado nisto tudo?
Não, tudo vem de um lugar completamente diferente.E então como o próximo passo é revelado a nós? Ao esperarmos, aquilo que é decisivo nos é dado de presente. Se eu continuo centrado, de repente vem uma palavra ou uma frase. Quando então eu a disser a esta pessoa, aquilo tem um efeito muito além desta pessoa. Aquilo provoca algo dentro de todos nós. E o que então é curioso no meu caso? Dentro de 5 minutos eu esqueci o que eu disse. Por eu ter esquecido, aquilo ficou em outras mãos, e não somente para esta pessoa, mas para muitos de nós ao mesmo tempo.    

O que é então o segredo aqui?
O segredo é o efeito. Nada é dito. Quem é movido não precisa dizer nada tampouco. Talvez aconteça algo parecido como comigo, ele o esquece. E mesmo assim teve o seu efeito, ou exatamente por isso. Porque a Constelação Familiar, como Sophie e eu a mostramos aqui, é guiada por outras forças maiores.  
Foi isso que eu quis dizer sobre o segredo.

Constelações Familiares podem ajudar pessoas:
•   em relacionamentos problemáticos
•   que desejam ter um relacionamento 
•   que querem se libertar dos emaranhamentos familiares
•   que estão diante de grande decisões
•   que querem superar conflitos internos e externos
•   que buscam o êxito profissional

Contextos nos quais as constelações podem ajudar para encontrar soluções:
•   conflitos e golpes de destino em relacionamentos e na família
•   quando pais que se separam querem encontrar o lugar certo para os seus filhos
•   quando pessoas têm a experiência como estranhos em grupos e na família
•   quando pessoas não “podem” se permitir de serem felizes e bem-sucedidos
•   quando acontecimentos históricos colocaram um peso sobre a família
•   no caso de bullying, doenças frequentes  empregados ou perda de motivação dos
•   quando se precisam processar relações ou acontecimentos perturbadores dentro de uma equipe antes ou depois de uma mudança estrutural dentro da empresa



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Êxito na vida, Êxito na Profissão




O Nascimento

O primeiro e decisivo sucesso em nossa vida é o nascimento. O seu êxito se dá melhor e mais consistentemente quando empurramos o caminho para a luz com o nosso próprio esforço, sem intervenção externa. Aqui tivemos que provar a nossa capacidade de ser assertivos e nos afirmar. Este sucesso continua a nos apoiar ao longo da vida. A partir desta experiência ganhamos mais tarde a força para nos afirmarmos com sucesso.
Eu já consegui ir tão longe? O que essa conquista tem a ver com o sucesso profissional? Será mesmo que o nosso sucesso na vida mais tarde depende deste primeiro sucesso? Como as pessoas que vieram ao mundo através da cesariana, ou foram puxadas para a vida com um fórceps se comportam mais tarde? Ou se elas vieram muito cedo e, em seguida, tiveram que  passar semanas ou mesmo meses em uma incubadora? Como agem em relação à autoconfiança e à assertividade? Claro que os efeitos destas experiências iniciais podem ser ultrapassados posteriormente, ao menos parcialmente. E nós também podemos ganhar forças especiais com elas mais tarde, como acontece com qualquer dificuldade ou fardo. Ainda assim, estes eventos apresentam limitações e se transformam em desafios capazes de serem superados por nós uma vez que suas raízes sejam compreendidas. Desta forma, podemos ser capazes de compensar o que foi perdido, ou mesmo recuperá-lo de alguma outra forma, muitas vezes com a ajuda de outros.

Ir ao encontro e tomar a nossa mãe


O próximo evento decisivo e o próximo sucesso é o movimento em direção à nossa mãe,  agora como contrapartida a nos oferecer o seu peito e a nos alimentar. Ganhamos a vida dela novamente com o seu leite, desta vez do lado de fora.  Qual é a qualidade do sucesso  aqui que nos prepara para os futuros sucessos, tanto na vida como no trabalho? Ao tomar a mãe como a fonte de nossa vida, com tudo o que flui através dela para nós, tomamos nossa própria existência; na medida em que tomamos a nossa mãe, aceitamos nossa vida como um todo. Este tomar é ativo. Precisamos sugar para seu leite fluir. Precisamos chamar para que ela venha. Precisamos nos alegrar com o que ela nos dá e mostrar isso ao mundo.  Através dela nos tornamos mais ricos.
Mais tarde na vida vemos que aqueles que tiveram sucesso pleno tomaram sua mãe exatamente assim, e tornaram-se felizes e vitoriosos. Em geral, como nos relacionamos com a nossa mãe é como nos relacionamos com a vida, incluindo aí a vida profissional. Se nós rejeitamos a nossa mãe, nós também rejeitamos a vida e o trabalho. E, na mesma medida, trabalho e a vida nos rejeitam. Seguindo este mesmo movimento, as pessoas felizes em relação à sua mãe amam o trabalho e a vida. E assim como sua mãe dá a elas cada vez mais, à medida que dela tomam com amor, com a mesma intensidade, sua vida e seu trabalho dar-lhes-ão sucesso.
Aqueles que têm reservas sobre suas mães, também têm reservas sobre a vida e a felicidade. Assim como suas mães se retiram deles como resultado de suas reservas e da rejeição, a vida e o sucesso se retiram também.
Onde nosso sucesso começa? Ele começa com a nossa mãe.
Como o sucesso chega a nós? Quando nossa mãe é bem-vinda e quando a honramos como nossa mãe, o sucesso chega.

O movimento em direção a nossa mãe


Para muitas pessoas há algumas vivências na tenra idade que bloqueiam o caminho para a mãe. Elas experimentam uma separação prematura de suas progenitoras, por exemplo. Talvez tenham sido esquecidas por algum tempo, ou suas mães estavam doentes, ou a própria criança estava doente e sua mãe não tinha permissão de visitá-la. Este tipo de vivência, doravante, resulta em uma mudança profunda em nossos sentimentos e comportamento. Através da dor da separação e do sentimento de estar perdido sem a mãe, o desespero de não ser capaz de estar com ela, ela, a quem precisamos tanto, uma decisão é tomada e diz, por exemplo: “Eu desisto”, “Eu permaneço sozinho”, “Eu mantenho distância dela”, ou “Eu fico longe dela”. Mais tarde, quando é permitido a esta criança que  vá até sua mãe, ela ou ele frequentemente se mantém distante. Esta criança pode não deixar sua mãe tocá-la novamente; ela se fecha para a mãe e para o amor. A mãe espera em vão e quando tenta chegar mais perto, para pegar seu filho em seus braços, a criança mantém a rejeição interna, e, frequentemente, também expressa seu repúdio.

Bert Hellinger (tradução Tsuyuko Jinno-Spelter)
http://www.atmaneditora.com.br/exito-na-vida-exito-na-profiss-o.html

domingo, 16 de novembro de 2014

06.12.2014 - Workshop de Constelação Familiar na Vila Mariana



"Em uma constelação algo muito maior do que podemos expressar em palavras vem à luz. Então, reconhecemos o essencial na medida em que nos entregamos ao processo da maneira como se desenvolve, como se nos entregássemos a uma música emocionante ou a uma bela paisagem. Estamos abertos, absorvemos e não sabemos o que está acontecendo. Mas depois estamos mudados. Estamos mudados na medida em que entramos em sintonia com a alma, com os movimentos profundos da alma."

Bert Hellinger


Horário: 15 às 20 horas (com Coffee Break)
Inscrições: (11) 9 9779 1208 ou pelo email: constelacaofamiliar@hotmail.de
Endereço: Rua Coronel Oscar Porto, 1233 - Vila Mariana 




Facilitador: René Schubert - psicólogo e facilitador em Constelações Familiares. Membro da HellingerSciencia. 

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Ancestralidade



"A morte é maior que a vida. O reino dos mortos é o maior reino e é aquilo que permanece. A vida é algo transitório, algo que emerge e torna a submergir. O grande é aquilo de onde emerge a vida, e onde ela mergulha e torna a submergir.

Aqueles que morreram precocemente não perderam nada, como se aqueles que têm vida longa tivessem uma vantagem frente àqueles que viveram pouco. Pois aqueles que tiveram uma longa vida imergem exatamente de volta à origem, assim como àqueles que tiveram pouco tempo. Eu não posso imaginar que lá existam diferenças entre eles. Lá tudo está bem e nada está perdido".


Bert Hellinger  

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Family Constellations - Bert Hellinger



"Em uma constelação algo muito maior do que podemos expressar em palavras vem à luz. Então, reconhecemos o essencial na medida em que nos entregamos ao processo da maneira como se desenvolve, como se nos entregássemos a uma música emocionante ou a uma bela paisagem. Estamos abertos, absorvemos e não sabemos o que está acontecendo. Mas depois estamos mudados. Estamos mudados na medida em que entramos em sintonia com a alma, com os movimentos profundos da alma."

                                                                                    Bert Hellinger

A grande Alma





“Existe uma força que nos conduz de uma maneira boa se nos entregarmos a ela. Eu a denomino de grande alma. Se compreendermos como ela nos conduz, podemos confiar nela. Por esse motivo, por exemplo, não é necessário concluirmos tudo quando trabalhamos com alguém. A partir do momento em que um movimento é iniciado, e a alma tiver possibilidade de atuar sem que ninguém de fora intervenha, ela mesma pode concluir o trabalho. Quem se entrega a grande alma será conduzido por ela de uma maneira que vai para muito além do que se deseja”.


                                                             Bert Hellinger

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A Abelha, a Flor e o Fruto



Bert Hellinger:

"Nos seminários , às vezes tenho contado aos participantes que me mostram seu apreço e gratidão, a história da Abelhinha no final:
Ela se deleitava com o néctar da floração e estava cheia e empanturrada daquele sabor doce, seguiu então seu voo. Mas depois de algum tempo veio-lhe à mente que não havia demonstrado a devida gratidão à Flor. E passado algum tempo, a pressão interna era tamanha, de dar tal agradecimento, que ela decidiu procurar novamente a Flor, e compensar, retribuir de alguma forma aquela doçura que lhe fora dada. Mas quando ela finalmente reconheceu o local , ao invés de encontrar a Flor, encontrou um fruto maduro."
"In Seminaren habe ich am Ende manchmal Teilnehmern, die mir ihre Anerkennung und Dankbarkeit gezeigt hatten, die Geschichte von der Hummel erzählt:
Sie hat sich am Nektar der Blüte gelabt und war voll der süßen Nahrung weitergeflogen. Doch nach einiger Zeit kam ihr in den Sinn, dass sie der Blüte gar nicht richtig gedankt hatte. Und wieder nach einer gewissen Zeit war der Druck, diesen Dank abzustatten, so groß geworden, dass sie sich aufmachte, die Blüte zu suchen, um das Versäumte nachzuholen. Doch als sie die Stelle schließlich wieder erkannte, fand sie statt der Blüte die reife Frucht."



(Uma tradução livre do alemão ao português por René Schubert)

terça-feira, 7 de outubro de 2014

1º Simpósio do Triângulo Mineiro: Constelação Familiar




O 1º Simpósio do Triângulo Mineiro, acontecerá no dia 25 de outubro na ESAMC, em Uberlândia|MG.

Teremos na nossa programação a participação de 3 profissionais de grande renome:

- Deise Carvalho com a palestra: Constelações sistêmicas - Movimentos de amor.
- Glaucia Paiva com a palestra: Posturas e atitudes sistêmicas: Uma nova abordagem para pais, educadores e terapeutas.
- Oswaldo Santucci com a palestra: Família empresária ou empresa familiar.






Informações e Inscrições:
Telefones: (34) 3219.5692 e (34) 9990.3329
Email: simposio@deisecarvalho.net.br

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

IV CONGRESSO BRASILEIRO PSICOLOGIA

Conferências a serem apresentadas pelo psicólogo e facilitador René Schubert:

20/11 às 10:30 horas na sala 629
Título: CONSTELAÇÃO SISTÊMICA FAMILIAR: OLHARES E REFLEXÕES
Processo: Processos Grupais
Área: Família
Palavra-chave: Constelação Sistêmica Familiar, Abordagem Alternativa e/ou complementar, Dinâmica de grupo
Resumo: A técnica sistêmico fenomenológica desenvolvida pelo filósofo e terapeuta alemão Bert Hellinger, "familienaufstellung", ou seja, colocação familiar,ou como é conhecida no Brasil, Constelação Familiar, tem conquistado alguns adeptos em diversos campos como na medicina, psicologia, direito, consultoria empresarial e educação no Brasil. Percebe-se que esta abordagem alternativa e/ou complementar pode trazer benefícios para clientes que buscam ter um olhar ou perspectivas sobre uma dinâmica sistêmica familiar. Trazer uma temática individual que envolve e/ou afeta singularmente o cliente e poder visualizar os componentes envolvidos no sistema micro e/ou macro, presente e/ou passado, incluído e/ou excluído, permite uma resignificação afetiva desta temática a partir da imagem do sistema familiar propiciada pela Constelação Familiar. Na Alemanha diversos psicoterapeutas apresentam trabalhos nos quais apontam as origens desta abordagem tanto no campo filosófico como psicológico. Tendo feito uma formação em Constelações Sistêmicas aqui no Brasil e na Alemanha, pôde-se acompanhar e vivenciar diversas vivências e dinâmicas de grupo utilizando este técnica e abordagem sistêmica. Pôde-se perceber os efeitos gerados por estas vivências no momento presente e as repercussões posteriores tanto no campo individual como sistêmico familiar. Pretende-se nesta exposição abordar como este profissional da área da psicologia enxerga, reflete e aborda esta técnica nova e com interessantes resultados no campo individual e coletivo.

21/11 às 10:30 horas na sala 619
Título: OLHAR SISTÊMICO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DE UM GRUPO DE ORIENTAÇÃO SEXUAL PARA CRIANÇAS ESPECIAIS
Processo: Processos Educativos
Área: Psicologia Escolar e Educacional
Palavra-chave: Orientação Sexual ,Crianças Especiais,Educação Sistêmica
Resumo:O presente trabalho propõe expor a implementação de um grupo de orientação sexual voltado para crianças especiais - internamente a uma instituição pedagógica e reabilitativa em São Paulo - a partir da perspectiva e do olhar sistêmico. Refletindo como um grupo desta natureza é capaz de movimentar e aprimorar a relação e contato entre aluno e professor, pais e professores, pais e filhos, aluno e conteúdo pedagógico e as trocas entre profissionais e instituição. É o relato de uma experiência clinica, educacional e também a reflexão sobre como um grupo desta natureza pode ser pontual e efetivo facilitador de trocas e comunicação entre as diversas camadas e instâncias relacionais numa instituição social.


Algumas imagens do Evento:



Referente aos trabalhos apresentados, o de Abordagem Sistêmica na experiência com um grupo de Orientação Sexual para crianças especiais tem publicação prevista para 2015 na Revista Conexão Sistêmica Sul - http://www.conexaosistemicastore.com.br/

O trabalho introdutório sobre Constelação Familiar, voltado para o publico acadêmico de psicologia pode ser visto neste link: https://psicologado.com/atuacao/psicologia-clinica/constelacao-sistemica-familiar-e-organizacional-breve-introducao





Arbeit mit Kindern - Kinder-Seminar - Bert Hellinger


Trabalho com Crianças - Seminario com Crianças - Bad Reichenhall / Alemanha setembro 2014






"Die Kinder lügen nicht in ihrer Körpersprache." 
" As crianças não mentem em sua linguagem corporal" 

 „Kinder - sie sind die Zukunft.
Wir bleiben zurück und sie gehen weiter.“

"As crianças - elas são o futuro. Nos ficaremos para trás e elas seguirão adiante."
                                                                          Bert Hellinger



"Como a separação dos pais atua sobre nossos filhos?

As Crianças assumem para si o resultado, quando um casal se separa. Se algo de ruim permanece entre ambos, tal será vivenciado pela criança. A criança toma para si a raiva e a tristeza que ficou dos ex parceiros. Desejos ruins dos ex parceiros atuam como uma maldicão sobre as novas parcerias. Quando tomamos a separação como um problema pessoal, nenhuma paz virá disto, apenas quando ela é reconhecida. Esta separação é uma indicação que, isto seguirá... "

Wie wirkt die Trennung der Eltern auf unsere Kinder?

Kinder übernehmen das Ergebnis, wenn ein Paar sich trennt. Wenn etwas Ungutes zwischen beiden bleibt, wird das Kind es leben. Das Kind übernimmt die Wut und Trauer von dem zurückgebliebenen Partner. Schlechte Wünsche des zurückgebliebenen Partners wirken sich wie ein Fluch auf NEUES Paar aus. Wenn wir die Trennung als persönliches Problem wahrnehmen, wird kein Frieden einkehren, erst wenn es erkannt wird. Diese Trennung ist ein Hinweis, dass ES WEITERGEHT...


(Tradução livre por René Schubert feita a partir do original em alemão)

Workshop 25 outubro - Vila Mariana



"Depressão é um sentimento de vazio, não de luto. Ter uma sensação de vazio significa que falta um dos pais. Então, somente a metade do coração está preenchida. A depressão desaparece e fica-se em paz consigo mesmo quando se respeita e ama ambos os pais do jeito que eles foram e são, com tudo que nos foi dado ou retirado. Não posso simplesmente querer que a depressão desapareça, como se pudesse controlá-la. Quando conseguimos fazer isso, tal movimento é vivenciado como uma grande graça. Assim o sentimento básico se eleva para o pleno e alegre, e a depressão desaparece".    Bert Hellinger



25/10/2014 - Workshop de Constelação Familiar na Vila Mariana

Horário: 15 às 20 horas (com Coffee Break)
Inscrições: (11) 9 9779 1208 ou pelo email: constelacaofamiliar@hotmail.de
Endereço: Rua Coronel Oscar Porto, 1233 - Vila Mariana

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Bert Hellinger: Frases e Reflexões



"Como a semente em solo fértil, o amor não tenta modificar o local onde se enraíza".

"O Amor é terapia, no mundo não há nenhum outro tratamento senão o Amor. É sempre o Amor que cura, porque o Amor faz você inteiro".

"Essa sensação de estar completo nasce em mim quando alguém que pertence ao meu sistema ganha seu lugar em meu coração. É isso que realmente significa "estar completo". Só a partir dessa plenitude que você está livre para se desenvolver."

"Pena é o que há de mais perigoso. Isto é perigoso quando não suporto a dor do outro e quero ajudá-lo por esta razão. Neste momento interfiro na sua alma. Nesse momento torno-me fraco e necessitado. Quando, no entanto, suporto a sua dor com respeito, dedico-me a ele a partir de outra dimensão. Essa dimensão, ao contrário da pena, é uma dimensão de força".

 "Algumas pessoas continuam acenando para o velho trem quando o novo já estacionou na plataforma."
"Os pais dão aos filhos aquilo que eles próprios são."

" A tristeza própria, se é justificada, fortalece."

"O aborto influência nos outros filhos, abortos tem um efeito muito profundo nas outras crianças, primeiramente uma influência profunda na mãe, também no pai, mas não da mesma forma. Com o aborto se perde algo na alma, algo do corpo. E aí a mãe procura pela alma perdida, pela parte perdida do corpo, ela é atraída para a criança e as vezes ela quer simplesmente morrer, mas muitas não fazem isso, e os outros filhos fazem isso no lugar da mãe.Olhamos para além da criança abortada para o seu destino, e a gente entrega a criança para o seu próprio destino, com isso tem um poder divino, e lá a criança está bem guardada, e aí o pai e a mãe olham para o seu próprio destino e sentem que o aborto tem consequências para eles. Isso não pode ser remediado, e então eles concordam com as consequências, e a medida que eles concordam com as consequências, eles ganham força, é desta força que eles fazem algo de bom, e isso reconcilia."

"Cada solução é única e irrepetível" 


"O que chamamos de imortal é o que já sabemos que está perdido e pertence ao passado."

"Existe uma raiva que é virtude e habilidade: Uma força de imposição, alerta e centrada, que responde a emergências e que, com ousadia e saber, enfrenta inclusive o que é difícil e tem poder. Essa raiva é destituída de emoção."

"O jovem perguntou: Que devo fazer, para me tornar o que você foi?
O Velho respondeu: Seja!"
 
 "O jovem perguntou: Que devo fazer, para me tornar o que você foi?
O Velho respondeu: Seja!"

"Quando tomamos também queremos dar. Podemos ver isso, sobretudo na relação de casal. Ambos tomam e dão. Quanto mais um toma do outro, tanto mais podem dar um ao outro. Este é um equilíbrio de igual para igual".

"Quem nega sua culpa e se esquiva de suas consequências tem sentimento de culpa e fica fraco." 

"Depressão é um sentimento de vazio, não de luto. Ter uma sensação de vazio significa que falta um dos pais. Então, somente a metade do coração está preenchida. A depressão desaparece e fica-se em paz consigo mesmo quando se respeita e ama ambos os pais do jeito que eles foram e são, com tudo que nos foi dado ou retirado. Não posso simplesmente querer que a depressão desapareça, como se pudesse controlá-la. Quando conseguimos fazer isso, tal movimento é vivenciado como uma grande graça. Assim o sentimento básico se eleva para o pleno e alegre, e a depressão desaparece".

 "Soltar significa caminhar transformado".

 "A Alegria nos abre para o novo - para novos encontros, por exemplo - pois atrai as pessoas. As comemorações alegres unem as pessoas, ajudando-as a esquecer desavenças passadas e a associar-se em ações coletivas. Por isso a alegria promove o futuro. O que se reúne alegremente permanece e supera com mais facilidade as dificuldades que surgem".

 "O passo decisivo para o crescimento é quando alguém de repente se encontra diante de sua impotência, olho no olho, e assume: aqui sou pequeno."

"Muitas vezes a boa solução é difícil, pois nos faz perder a importância."

                                                                                       
                                                         Frases e Reflexões de Autoria de Bert Hellinger 



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

O Oculto





"A vida surge a partir do Oculto (..) O que é realmente grande é o oculto. Aquilo que esta na luz não é nada mais do que algo transitório e pequeno em comparação com o grande."  


(Tradução livre do espanhol por René Schubert)

As Boas Dádivas dos Pais - Bert Hellinger





"Quando um filho insiste em sua exigência aos pais, não pode se tornar independente, pois sua cobrança o prende a eles.

Nossos pais não nos dão somente a vida. 

Eles também nos nutrem, educam, protegem, cuidam de nós, dão-nos um lar. E é adequado que tomemos tudo isso tal como recebemos deles. Então, lhes dizemos: "Eu tomo tudo - com amor". 

Essa é uma forma de tomar que equilibra, porque os pais se sentem apreciados e respeitados e dão com mais prazer.Se tomamos de nossos pais dessa maneira, via de regra, é o bastante. Existem exceções que todos conhecemos. Pode não ser sempre o que desejamos ou o quanto desejamos, mas, via de regra, é o bastante. 

Quando o filho se torna adulto, diz aos pais: "Recebi muito, e isso basta. Eu o levo comigo em minha vida". Então ele se sente satisfeito e rico. E acrescenta: "O resto eu mesmo faço". Também essa é uma bela frase. Ela nos torna independentes.

A seguir, o filho diz ainda aos pais: "E agora eu os deixo em paz". Então se solta deles. Não obstante, ele os conserva como pais, e eles também o conservam como filho. 

Quando, porém, o filho diz aos pais: "Vocês têm de me dar mais", o coração dos pais se fecha. Já não podem dar ao filho tanto quanto lhe davam, nem com o mesmo prazer, porque ele o exige. 

O filho, por sua vez, ainda que receba algo, não consegue tomá-lo; caso contrário, sua cobrança cessaria. Quando um filho insiste em sua exigência aos pais, não pode se tornar independente, pois sua cobrança o prende a eles. 

Contudo, apesar dessa amarra, o filho não tem os seus pais, nem os pais têm o filho."

Bert Hellinger - O Amor do Espírito - Editora Atman

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Vivência em Constelação Familiar em Piracicaba

        
 
 
 "O crescimento interno se realiza quando se dá espaço para algo novo.  
Esse  algo novo é, na maioria das vezes, algo que se negou antes, por exemplo, a própria sombra. Ou algo pelo qual se lastima, por exemplo, uma culpa pessoal. Se olho para aquilo que neguei e digo: “Sim, agora tomo você em minha alma”, então cresço. Não é que agora seja inocente, mas cresço. Os inocentes não conseguem crescer. Continuam sempre do mesmo jeito. Continuam sempre sendo crianças."
 
Bert Hellinger 


27.09 - 18 horas - Palestra com entrada Franca - As Ordens do Amor segundo Bert Hellinger

28.09 - 9 horas - Vivência em Constelação Familiar


Endereço: Av.Dna Lídia 609 - Vila Rezende e Rua São João 1020 - Piracicaba-SP
Contato : 3041-4039
Email: arteomterapias@hotmail.com
http://arteomterapias.blogspot.com.br/2012/02/constelacao-familiar.html


Facilitador: René Schubert - psicólogo e facilitador em Constelações Familiares. Membro da HellingerSciencia. http://www.aconstelacaofamiliar.blogspot.com.br/

terça-feira, 29 de julho de 2014

Olhar as Crianças, na alma - A Pedagogia Hellinger





Livro escrito por Hellinger em 2013, voltado para a Pedagogia Sistêmica
 


Kindern in die Seele schauen
Die Hellinger® Pädagogik live

"Dieses Buch erzählt lauter Geschichten.

Sie sind alle aus dem Leben gegriffen.


Es sind Geschichten von Kindern,

die in ihrer Seele einen verborgenen Schatz entdecken,

einen Schatz, der sie und ihre Eltern glücklich macht.



Diese Schätze bringt Hellinger ans Licht, 

unmittelbar ohne Umwege,

vor den Kindern und ihren Eltern und Lehrern.



Viele von diesen Geschichten lesen sich wie Märchen

und sind dennoch wahr, befreiend wahr für viele.



Jede dieser Geschichten steht für sich.

Jede führt in eine verborgene Tiefe zu einem verborgenen Schatz.
In ihr kommt er ans Licht, an ein befreiendes Licht. "




"Este livro conta diversas histórias

São todas tomadas da vida.


São Historias de Crianças, que encontram dentro de sua alma um tesouro escondido, 
Um tesouro que traz felicidade à elas e aos pais.


Estes tesouros são trazidos à luz diretamente por Hellinger  sem desvios ou atalhos, das crianças, de seus pais e professores.


Muitas destas historias se pode ler como contos fantasiosos e mesmo assim contem verdades, libertadoras para muitos.


Cada uma destas historias fala por si.

Cada qual leva a uma profundidade escondida, para um tesouro escondido

Nelas este vem à luz, uma luz libertadora."

(Tradução livre do alemão por René Schubert)



 "Este libro cuenta historias. Todos ellas han sido tomadas de la vida entera. Son historias de niños que descubren un tesoro escondido en su alma. Un tesoro que hace que ellos y sus padres sean felices. Hellinger saca a la luz estos tesoros, directamente y sin rodeos. Lo hace ante los niños, sus padres y maestros. Muchas de estas historias se leen como cuentos de hadas y sin embargo, son verdaderas, verdaderamente liberadoras para muchos. Cada historia destaca por su cuenta. Cada una conduce a una profundidad oculta, a un tesoro escondido. 
En ellas, estos tesoros salen a la luz, a una luz liberadora."