Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de março de 2018

Forças da Natureza e as constelações - Síntese

Forças da Natureza e as constelações - 16 a 18 de março de 2018 - em Cumuruxatiba - BA / Facilitadora: Astrid Habiba Kreszmeier – Suíça



“O foco deste curso está no Reino da Natureza. A constelação trabalha com perguntas, sistemas comunicativos e sociais humanos, internos e externos. Muitas vezes, nessa busca entram também aspectos filosóficos, elementos espirituais, ou também campos históricos e países que então fazem parte da representação.Durante o curso, vamos nos relembrar que a vida humana está diretamente ligada à terra e aos elementos naturais dela, a natureza em si. Nela, está a “casa” da nossa ancestralidade e a própria história humana. Vamos experienciar os efeitos extremamente curativos que acontecem quando forças da natureza também estão integradas nos processos das constelações.” Espaço Conexão Sistêmica 



Segue uma breve síntese deste curso ocorrido na belíssima Cumuruxatiba/BA. Em um grupo de facilitadores de diversos pontos do Brasil pudemos aprender e vivenciar com Astrid Habiba Kreszmeier uma forma de constelar integrando elementos da natureza. Constelações Familiares e rituais buscando harmonizar, conciliar conflitos afetivos, corpo, vínculos, simbolos, linguagem, cultura, relações e o meio ambiente, a natureza que nos cerca.

"As 3 direções de trabalho que os terapeutas em Constelações Sistêmicas devem se orientar. A primeira direção é: Como nós, terapeutas sistêmicos, estamos com o diálogo com nós mesmos? Como lidamos com as nossas experiências biográficas e fenomenológicas? Como nos relacionamos com o que nos cercam? Qual compreensão temos da própria corporalidade? Realizamos o caminho para buscarmos o sentido da vida e a construção do auto amor?

A segunda direção de trabalho busca compreendermos como nós dialogamos com o outro ser humano. Qual a nossa forma de comunicação/ expressão. Como nós nos relacionamos com essas pessoas que por sua vez se relacionam com outros seres humanos e outros que já morreram - ancestrais. Como podemos ser facilitadores dessa reconexão para que o outro encontre a Presença no agora?

A Terceira direção nos convida a pensar e sentir como nós seres humanos integramos a nossa Terra, a nossa Pátria, a nossa casa? Quais os elementos da natureza que poderão ser recursos preciosos para uma renovação de fluxo dentro da Constelação Sistêmica integrando o diálogo interno familiar, social, ambiental e espiritual?

Os Recursos da natureza podem ser compreendidos como meta-posições que quando usados adequadamente pelo terapeuta, podem gerar novas perspectivas de solução e/ou cura para o cliente. Despertar o instinto topográfico do terapeuta é uma excelente estratégia para novas formas de trabalho dentro do campo das Constelações.”

"Conforme diálogo com a natureza e entorno, mudo as formas de relação e vínculo com o alimento, com o outro e comigo mesmo. O que a terra já sofreu, o que ela já viveu, do que gostou? Como ela foi tratada, como e qual é a sua história?"

"Verificar qual autorização que tenho na atuação de determinado lugar. O dar e receber e seu equilíbrio são partes das Leis da natureza"

"Ao que o cliente se conecta no campo da Constelação? Qual a imagem trazida e qual se forma? O que falta e o que/quem precisa?"

"Todos nós recebemos um corpo. O corpo é nossa casa neste plano. Nossa casa na vida. Cada qual tem um chamado, uma casa para cuidar"

"A inteligência corporal a partir de certa topografia - sou chamado por um cheiro, um formato, uma lembrança, memória..."

"Temos todos os recursos a disposição aqui e agora, no cliente, nos representantes, no entorno, no campo..."

"O trabalho espiritual é movimentar, na medida possivel, sua estrutura pessoal em busca de vinculos e relações equilibradas" 

"Uso dos elementos da natureza como fogo, terra, água e ar como recursos possiveis representados no campo das Constelações"

"A constelação familiar é uma forma moderna de ritual - manifestação, elaboração e integração - Teatro de cura"

" ...Somos mais do que pensamos, somos uma figura complexa com varias camadas e essa complexidade é uma das direções de trabalho. Como entramos em contato com o auto diálogo adequado para o auto amor? Conforme dialogo com a natureza e entorno, mudo as formas de relação e vinculo com o alimento, com o outro e comigo mesmo"

 Astrid Habiba Kreszmeier


(Placa na praia do primeiro avistamento do Brasil pelos portugueses - Barra do Cahy)

"Em um novo projeto, este precisa de algo ou alguém que o cuide como se fosse um filho. Não se fará de sozinho. Precisa que alguém o protagonize. O cliente precisa ser o protagonista do novo"

Oswaldo Santucci


(René Schubert, Oswaldo Santucci, Citto, Habiba)


Contribuições para esta postagem: Fatima Oliveira, Gil Mori, Oswaldo Santucci

2 comentários:

  1. Boa noite! Sabem me informar se terá outro curso deste tema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rosana, estamos sem previsão neste sentido! Mas se souber de algo publico aqui!

      Excluir