Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Crianças Difíceis




"O que é trazido à tona em crianças através de seus comportamentos, embora angustiante, revela-se como algo para o qual os outros se recusam a olhar por si próprios, embora isso seja necessário no sistema. A criança assume isso para si. Ela olha com amor para os excluídos. Por trás desse comportamento atua um amor oculto.

Por isso, ao trabalhar com crianças difíceis, não olhamos tanto para a criança, mas sim para onde a criança olha. Então entra em ação um movimento curativo que liberta a criança, porque os outros também olham para onde devem olhar. A criança não precisa mais olhar para lá no lugar deles e se comportar de forma correspondente. Esse é o procedimento fundamental em nossos esforços para ajudar as crianças. 

Se considerarmos o que acontece com muitas crianças, quando são tratadas e recebem medicamentos como se algo não estivesse certo com elas, ignoramos seu amor."

Bert Hellinger

Nenhum comentário:

Postar um comentário